pra ficar fácil tratamento Ҩ'

14 de fevereiro de 2011



Talvez eu já não encontre palavras para descrever meus sentimentos esses dias, pelo simples fato de nem eu saber o que estou sentindo.
     

Minha relação com a maioria das pessoas é estranha. Não consigo fingir que sou alguém que quero ser. Falo besteiras, xingo e brigo. Ouvir um ‘’eu te amo’’ vindo de mim, é realmente raro, e quando eu escuto "um" , as vezes  me sinto desconfortável. Eu prefiro demonstrar do que falar. Posso soar estranha e rude, mas uma ação vale mais que mil palavras. Não gosto de responder perguntas, acho meio desnecessário, prefiro que me conheçam convivendo, me chamam de misteriosa, ou pensam que escondo Grandes segredos, mais o segredo maior que guardo é ... aah eu não vou falar :x

5 comentários:

Thii S. disse...

Heey, tem selinho para você no Momentâneo! Espero que goste!

http://leontynasantos.blogspot.com/2011/02/selos-selos-selos.html

Beijos *:

Fabi disse...

Hum... sei como é dificil enganar...
http://fabisocci.blogspot.com/

Bel * disse...

Interessante!!!
Tenho que falar de novo seu Blog é muito lindo, cheio de criatividade!!!

A menina dona do diário disse...

Belas palavras *-* amei...

Mudei o link do meu blog... atualiza no painel #please ;)
http://daniellymeloescritos.blogspot.com

Anônimo disse...

Quando você disse nunca mais
Não ligue mais, melhor assim
Não era bem
O que eu queria ouvir
E me disse decidida
Saia da minha vida
Que aquilo era loucura
Era absurdo...

E mais uma vez você ligou
Dias depois, me procurou
Com a voz suave
Quase que formal
E disse que não era bem assim
Não necessariamente o fim
De uma coisa tão bonita
E casual...

De repente as coisas
Mudam de lugar
E quem perdeu pode ganhar
Teu silêncio preso
Na minha garganta
E o medo da verdade
Iêi!...

Eu sei que eu
Eu queria estar contigo
Mas sei que não
Sei que não é permitido
Talvez se nós
Se nós tivéssemos fugido
E ouvido a voz
Desse desconhecido
O Amor! O Amor! O Amor! O Amor!...

Essa voz que chega a debochar
Do meu pavor
Mas ao pular
Eu me vejo ganhar asas e voar
Oh!...
De repente as coisas
Mudam de lugar
E quem perdeu pode ganhar
Minha amiga, minha namorada
Quando é que eu posso
Te encontrar
Iêê! Iêê! Iêê!...